• 13/01/2022

    Quais as formas mais fáceis para dolarizar seu patrimônio?

    Artigos | Compartilhar:

    O real tem apresentado uma performance bem ruim nos últimos anos. Por exemplo, no ano de 2021, ele teve uma desvalorização de cerca de 7.5% frente ao dólar.
    É por isso que muitos já se deram conta que migrar parte de seus investimentos para dólares é uma boa opção. 

    Caso você ainda não tenha lido, você pode conferir nosso artigo sobre “3 motivos para você dolarizar seu patrimônio”. Se você já se convenceu que dolarizar é uma boa opção, talvez você esteja se perguntando quais seriam as formas mais simples e fáceis para transformar seu patrimônio em dólares.

    Portanto, neste artigo vamos conhecer mais quatro formas de dolarização.

    BDRs

    As BDRs, que é a abreviação para "Brazilian Depositary Receipts", são certificados de compra de ativos no exterior. Portanto, estes são ativos que possuem lastro em ativos americanos, fazendo com que o investidor fique exposto ao dólar. O funcionamento de um BDR depende de uma empresa depositária que adquire ativos em mercados internacionais e os mantém sob custódia. Após isso, os BDRs são emitidos e possuem como lastro os ativos adquiridos.

    Portanto,  se você investe em um BDR isso é como fazer um investimento internacional, mas sem sair do país. Portanto, esta é nossa primeira forma de exemplo de como dolarizar seu patrimônio, protegendo-o contra as variações cambiais.
    Vale uma ressalva aqui: alguns investidores não consideram BDRs como exposição em dólar, já que o ativo é negociado em reais.

    Investimento em índices ou ações americanas

    Uma forma bem comum e fácil de dolarizar os seus investimentos, é aplicando em fundos e ações de empresas americanas. Você pode fazer isso ao investir em ETFs que replicam índices do mercado americano. 

    Um ETF é um fundo de investimento negociado na Bolsa de Valores como se fosse uma ação. A maioria dos ETFs acompanham um índice, como um índice de ações ou índice de títulos. Por exemplo, IVVB11 é um ETF que replica o índice S&P 500, composto das 500 maiores empresas que integram a Bolsa de Valores de NY (NYSE) e o mercado de ações norte-americano (Nasdaq). Assim, o seu objetivo é que ele varie de acordo com a performance do índice replicado.

    Investimento em empresas cujo negócio gira em dólar 

    O Brasil tem uma vasta lista de itens que são exportados para os mais diversos países. Os dez produtos brasileiros mais exportados em 2020 foram a soja, petróleo, minério de ferro, celulose, milho, carne de frango, produtos manufaturados, carne bovina, farelo de soja e açúcar.

    Ao considerar isso e sabendo que o mercado internacional tem o dólar como moeda de referência, uma forma de se expor à moeda americana é investindo em empresas de exportação dos setores citados. Claro que você precisará ter um critério eficaz para analisar e considerar quais são as empresas que merecem o seu investimento. Alocar dinheiro somente porque se trata de uma empresa de exportação não é a principal razão para a decisão do investimento. Faça uma pesquisa para entender os fundamentos e a saúde da empresa que te interessa.

    Compra de criptomoedas 

    Como você pode perceber, todas as opções citadas anteriormente em nosso artigo requerem um bom nível de conhecimento sobre o funcionamento do mercado. Por isso, não podemos deixar de mencionar que você pode dolarizar seus investimentos ao utilizar criptomoedas.

    Existe uma classe de criptoativos que se chama stablecoins, ou moedas estáveis. Elas são relacionadas, ou lastreadas, em outros ativos. Assim, USDC é o nome de um ativo digital que possui uma relação de equivalência de 1:1 com o dólar americano, ou seja, um USDC é lastreado em um dólar. Ou ainda: para cada token USDC emitido, existe um dólar em reserva para dar respaldo a essa emissão. Ao possuir essas stablecoins, devemos considerar algumas vantagens: a sua compra é facilitada e as taxas das exchanges são muito mais baixas do que as praticadas por casas de câmbio tradicionais. Você pode vender ou comprar 24 horas por dia, 7 dias por semana.

    E mais, você pode utilizar seus USDCs para gerar rendimentos através da poupança Ledn. O serviço funciona de forma bem parecida com as poupanças tradicionais: você faz o depósito dos ativos na sua conta e os rendimentos são gerados para a sua conta. Para conhecer mais, basta criar agora mesmo sua conta na Ledn e experimentar agora mesmo este serviço diferenciado para quem deseja dolarizar seu patrimônio.

    Crie sua conta clicando aqui!

    VOLTAR
    Autor: Fabrício Santos
Hover protuguês Hover inglês Hover youtube Hover telegram Hover instagram Hover facebook Hover twitter