• 07/12/2020

    Análise semanal: BTC/USD e BTC/BRL

    Análises Gráficas | Compartilhar:

    Olá Criptomaníacos, trazemos hoje para vocês mais uma análise de longo prazo para o Bitcoin, em que comentamos o cenário tanto em Dólares quanto em Reais para a principal Criptomoeda do mercado.

    BTC/USD

    O Bitcoin encerrou a última semana com valorização de aproximadamente 6,50%, renovando em muitas corretoras a sua máxima cotação histórica, mas sem força até o momento para dar continuidade no movimento de alta.

    Este pode ser o início de um cenário de alta para muitas Altcoins, no que é conhecido como “Altseason”, fenômeno que costuma ocorrer durante processos de lateralização na cotação do Bitcoin, onde outras criptomoedas no geral passam a se valorizar em uma proporção maior e mais rápida que o Bitcoin, e já havíamos levantado essa possibilidade em análises anteriores.

    Porém não é em qualquer tipo de lateralização que as “Altseasons” costumam ocorrer, e elas são vistas na maioria das vezes ao final de longas tendências de alta na principal criptomoeda do mercado, como a que precedeu nos últimos dois meses.

    A expectativa de um cenário menos intenso e de lateralização para o Bitcoin neste fim de ano se dá primeiramente pela importante resistência técnica e psicológica que o topo histórico oferece, bem como algumas leituras extremamente elevadas em indicadores técnicos e de volatilidade.

    É claro que uma correção na cotação no Bitcoin não está totalmente descartada, pelos mesmos motivos citados acima, mas pelo aparente “inesgotável” fluxo de compra por parte dos investidores institucionais esse cenário se torna cada vez menos provável.

    Mas ao atuar no mercado precisamos estar sempre preparados para os mais diversos cenários, e a região das retrações de Fibonacci marcadas em azul em nosso gráfico, entre $16.000 e $13.700, são os principais candidatos a suporte para o preço.

     

    BTC/BRL

    Como sempre mencionamos, aquele par de negociação com maior volume e liquidez costuma gerar a maior parte do movimento de um ativo, e é por isso que devemos dar a prioridade da nossa análise sempre no Bitcoin dolarizado.

    Mas o movimento recente do Bitcoin no mercado local vem descolado do mercado externo, e seu principal motivo se dá por conta da apreciação do poder de compra do Real frente ao Dólar, este que caiu mais de 6% em novembro e já acumula mais de 5% de queda nos primeiros sete dias de dezembro.

    Oscilações de curto prazo fazem parte da natureza das taxas de câmbio, especialmente falando do Real que acumula uma das piores performances do mundo em 2020, e pensando nisso que hoje foi disponibilizado um material exclusivo sobre o assunto aos nossos assinantes, bem como dicas de como se proteger.

    Se interessou na análise? Entregamos todos os dias para nossos clientes, em nossa plataforma exclusiva de serviços, análises como essa em vídeo e em texto, porém muito mais detalhadas e de diversas Altcoins também. Conheça nossos planos!

     

    Aviso legal:

    Esta análise foi elaborada pela Criptomaníacos e tem como único objetivo fornecer informações para auxiliar a tomada de decisão do investidor, e não constitui nem deve ser interpretada como recomendação de compra ou de venda de qualquer instrumento financeiro contido na mesma, que podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, uma vez que o investimento em renda variável é considerado de alto risco e pode ocasionar perdas.

    VOLTAR
    Autor: Matheus Parizotto
Hover protuguês Hover inglês Hover youtube Hover telegram Hover instagram Hover facebook Hover twitter