• 09/11/2020

    Análise semanal: BTC/USD e BTC/BRL

    Análises Gráficas | Compartilhar:

    Olá Criptomaníacos, trazemos hoje para vocês mais uma análise de longo prazo para o Bitcoin, em que comentamos o cenário tanto em Dólares quanto em Reais para a principal Criptomoeda do mercado.

    BTC/USD

    O Bitcoin encerrou a última semana com forte alta, acumulando aproximadamente 12,50% de valorização, e, portanto, registrando o maior fechamento Semanal desde janeiro de 2018.

    Com isso o preço segue em forte tendência de alta, especialmente após a superação dos $14.000 que poderia se apresentar como importante nível de resistência, uma vez que marcava a maior cotação registrada no ano de 2019.

    Porém, mesmo apresentando tendência de alta, há de se analisar a potencial relação entre risco e retorno em operações de Trading, que neste momento não se apresenta muito favorável para novas compras na principal Criptomoeda do mercado.

    Isso se deve ao fato de alguns indicadores técnicos estarem apresentando leituras bastante elevadas, além de divergências importantes no gráfico diário, ao mesmo tempo em que a volatilidade atinge patamares equivalentes ao “crash” do mês de março, quando as primeiras notícias sobre o Coronavírus assolaram os mercados globais, sendo um importante instrumento para interpretar potenciais excessos no mercado.

    Portanto, a recomendação neste momento é de cautela, e adotar uma postura mais defensiva neste momento pode ser uma decisão mais adequada, com pequenas realizações parciais de lucros, à espera de uma nova formação gráfica ou ainda uma eventual correção até a região entre $12.000 a $12.500, que se apresenta como principal suporte ao preço antes de cogitar realizar novas compras.

     

    BTC/BRL 

    Como sempre mencionamos, aquele par de negociação com maior volume e liquidez costuma gerar a maior parte do movimento de um ativo, e é por isso que devemos dar a prioridade da nossa análise sempre no Bitcoin dolarizado.

    Mas quando analisamos a sua cotação em Reais, o Bitcoin também segue em uma vigorosa tendência de alta, tendo registrado na última semana alta de aproximadamente 6,50%, diferença essa que se explica pela forte valorização da moeda brasileira recentemente.

    Porém, não há maiores indícios de que a taxa de câmbio deva ceder abaixo dos R$5,00, e, portanto, um maior descolamento da cotação do Bitcoin em corretoras nacionais e estrangeiras dificilmente será visto ao longo das próximas semanas, sendo a região dos R$70.000 a principal região de suporte ao preço.

     

    Se interessou na análise? Entregamos todos os dias para nossos clientes, em nossa plataforma exclusiva de serviços, análises como essa em vídeo e em texto, porém muito mais detalhadas e de diversas Altcoins também. Conheça nossos planos!

     

    Aviso legal:

    Esta análise foi elaborada pela Criptomaníacos e tem como único objetivo fornecer informações para auxiliar a tomada de decisão do investidor, e não constitui nem deve ser interpretada como recomendação de compra ou de venda de qualquer instrumento financeiro contido na mesma, que podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, uma vez que o investimento em renda variável é considerado de alto risco e pode ocasionar perdas.

    VOLTAR
    Autor: Matheus Parizotto
Hover protuguês Hover inglês Hover youtube Hover telegram Hover instagram Hover facebook Hover twitter